Conecte-se conosco

Cacoal

Concurso que Elege o Melhor Café de RO está com Inscrições Abertas em Cacoal

Inscrições podem ser feitas de 10 de abril a 9 de agosto deste ano. Prêmios chegam a mais de R$ 40 mil aos produtores.

Publicado

em

A 4ª edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé) já está com as inscrições abertas. O produtor interessado deve fazer a inscrição em qualquer um dos escritórios da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater) gratuitamente.

As inscrições seguem abertas até o dia 9 de agosto. O evento vai ocorrer no Cacoal Selva Park, em Cacoal (RO), em outubro deste ano.

De acordo com o coordenador do concurso, Janderson Dalazen, para participar o produtor precisa ter o café colhido na safra de 2019 e um lote mínimo de cinco quilos do café. Dessas sacas, ele retira uma amostra de três quilos e encaminha para a comissão organizadora, que envolve a Emater de todos os municípios de Rondônia.

Também é importante que o produtor colha o café quando já estiver bem maduro, com mais de 80% dos grãos em ponto cereja e que tenha alguns cuidados básicos.

Lavar os grãos é interessante, já que é possível remover parte dos defeituosos, os que boiam, os grãos verdes, pois eles são considerados os defeitos da amostra. Depois o café vai para o processo de secagem, onde o ideal é ser feito em uma estufa ou em uma lona, e depois é trabalhar o armazenamento adequado para que a amostra não tenha impurezas ou contaminação“, detalhou Dalazen.

Concurso que Elege o Melhor Café de RO está com Inscrições Abertas em Cacoal

Premiação

Nesta edição, o Concafé está como o maior concurso de qualidade do café robusto do Brasil. São cerca de R$40 mil em prêmios para os produtores, que envolve a categoria qualidade e sustentabilidade, além da comercialização dos cafés que serão premiados.

Já temos parceiros dispostos a pagarem muito mais pelos cafés premiados“, afirmou Janderson Dalazen.

O coordenador do concurso acredita que esse concurso incentiva os produtores a investirem mais em qualidade e sustentabilidade na produção do café.

O produtor tem aos longos dos anos buscado novas técnicas para colher o café mais maduro, secar de forma mais lenta para aumentar essa qualidade, pois ele precisava de alguém que pagasse a mais pelo café dele e nós estamos conseguindo, atraindo compradores através da qualidade do nosso produto. O café de Rondônia é um produto diferenciado que tem agradado os compradores nacionais e até internacionais“, complementou.

Em 2018, o evento reuniu cafeicultores de 24 municípios de Rondônia, com um total de 132 inscrições.

G1 > Editado por Divulga RO