Conecte-se conosco

Notícias de Rondônia

Crianças Encontram Jiboia de 3 Metros ao Subirem em Árvore para Brincar

Uma jiboia de três metros de comprimento foi achada em cima de uma árvore em na rua Jasmim, primeiro distrito de Ji-Paraná (RO). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o réptil foi achado por crianças que subiam na árvore para brincar, na tarde de segunda-feira (3). Depois de ser avistada nos galhos […]

Publicados

em

Uma jiboia de três metros de comprimento foi achada em cima de uma árvore em na rua Jasmim, primeiro distrito de Ji-Paraná (RO). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o réptil foi achado por crianças que subiam na árvore para brincar, na tarde de segunda-feira (3).

Depois de ser avistada nos galhos, o animal atraiu a atenção de dezenas de moradores, que foram até ao local para ver a serpente.

Segundo os moradores, várias crianças brincavam de subir na árvore quando avistaram a serpente. Imediatamente elas chamaram os vizinhos.

“Eu nunca tinha visto um animal deste tamanho aqui no bairro. Achei muito bonito, mas ao mesmo tempo achei perigoso, pois tem varias crianças aqui no bairro”, destacou o aposentado José Souza.

Crianças Encontram Jiboia de 3 Metros ao Subirem em Árvore para Brincar

Ao ser acionado pelos moradores, o Corpo de Bombeiros informou que a responsabilidade de captura e soltura era da Polícia Militar Ambiental.

Por não conseguirem contato com a Polícia Militar Ambiental, os próprios moradores retiraram o animal do local e o encaminharam a uma área de reserva nas proximidades do bairro.

Em contato com o comandante da Polícia Militar Ambiental, Adilon Cláudio, que informou que a equipe estava atendendo uma ocorrência no município de Presidente Médici e, por isso, não conseguiu recolher a cobra da árvore.

Na data de ontem, em resposta a um ofício de solicitação da promotoria, a gente estava com apenas três policiais para atender um desmatamento na região de Presidente Médici. Então nesses casos de desmatamento, onde o policial tem que andar de três a cinco quilômetros dentro da mata, e até para própria segurança dos policiais, a gente costuma fechar o quartel e a equipe sair para atender a ocorrência. Foi justamente quando os moradores ligaram aqui e não conseguiram serem atendidos”, destacou.

G1 > Editado por Divulga RO