Conecte-se conosco

Notícias de Rondônia

Menina de 5 Anos vê Mãe sendo Agredida por Marido e Pede Ajuda a Vizinha

Uma menina de 5 anos pediu ajuda de uma vizinha após ver a mãe de 40 anos sendo agredida pelo marido na casa da família em Nova Brasilândia D’Oeste. O crime foi entre a noite de terça-feira (27) e esta quarta-feira (28). Após ver o pedido de socorro, a vizinha conseguiu fazer com que o suspeito […]

Publicados

em

Uma menina de 5 anos pediu ajuda de uma vizinha após ver a mãe de 40 anos sendo agredida pelo marido na casa da família em Nova Brasilândia D’Oeste. O crime foi entre a noite de terça-feira (27) e esta quarta-feira (28). Após ver o pedido de socorro, a vizinha conseguiu fazer com que o suspeito soltasse a vítima. A Polícia Militar (PM) foi ao local e prendeu o suspeito por agredir a mulher.

Aos policiais militares, a mãe da menina contou que estava em casa assistindo televisão, quando o marido chegou e passou a xingá-la, além de desligar o aparelho televisor. Como percebeu que o homem estava embriagado, para evitar uma briga, a mulher entrou para o quarto do casal e trancou a porta, o que deixou o suspeito ainda mais “enfurecido“. Logo depois, o homem conseguiu arrombar a porta.

Dentro do quarto o marido segurou a vítima pelo pescoço, utilizando um golpe conhecido como ‘gravata’, e desferiu alguns socos na cabeça da mulher, o que causou lesões.

Para se livrar das agressões, a mulher contou que conseguiu acordar a filha de 5 anos e pediu para a criança pedir ajuda a uma vizinha. Enquanto a garota saía, a mulher mordeu o braço do marido, fazendo com que ele a soltasse.

Menina de 5 Anos vê Mãe sendo Agredida por Marido e Pede Ajuda a Vizinha

Porém, quando a vizinha chegou na residência, ele novamente segurou a esposa e a jogou sobre a cama. A testemunha então gritou que caso ele não parasse com as agressões chamaria o marido e os filhos.

O homem então largou a mulher, que conseguiu fugir correndo, ficando na casa da testemunha até a chegada da polícia no local. As agressões deixaram lesões na cabeça e pescoço da mãe.

Os policiais estiveram no local e pediu para que o suspeito os acompanhassem até a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para dar esclarecimentos, diante da recusa, o homem foi preso, sendo necessário a utilização de algemas, devida à agressividade que ele estava utilizando contra os policiais, com ameaças. O agressor ficou à disposição da justiça.

G1 > Editado por Divulga RO