Conecte-se conosco

Notícias de Rondônia

Mulher é Encontrada Morta Dentro de Poço e com Balde Amarrado ao Pescoço

Uma mulher, de aproximadamente de 45 anos, foi encontrada morta dentro de um poço na madrugada deste domingo (2), na Zona Sul de Porto Velho. O corpo estava enrolado por uma corda e com um balde amarrado ao pescoço. De acordo com laudo pericial, a mulher foi afogada propositalmente […]

Publicados

em

Uma mulher, de aproximadamente de 45 anos, foi encontrada morta dentro de um poço na madrugada deste domingo (2), na Zona Sul de Porto Velho. O corpo estava enrolado por uma corda e com um balde amarrado ao pescoço. De acordo com laudo pericial, a mulher foi afogada propositalmente.

O caso, registrado como homicídio, aconteceu em uma distribuidora de bebidas localizada na rua Amsterdã, Bairro Cidade Nova. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima chegou na distribuidora por volta das 21h de sábado. Logo ela começou a conversar e beber com um desconhecido.

Por volta das 4h da manhã deste domingo, o casal foi conversar atrás do bar, mas só o homem retornou. Ele é o principal suspeito do crime.

A proprietária da distribuidora estranhou e perguntou onde estava a mulher, conhecida apenas como “Loira“. O suspeito alegou que a vítima tinha ido dormir em uma casa que fica aos fundos da distribuidora, em seguida pegou algo que estava sobre a mesa e foi embora.

Mulher é Encontrada Morta Dentro de Poço e com Balde Amarrado ao Pescoço

Desconfiada da situação, a dona do bar pediu ao marido dela que fosse até a casa verificar se a mulher realmente estava dormindo lá.

O comerciante foi, mas a casa estava vazia. Ele então passou a procurar pelo quintal, nos fundos da casa. Com a lanterna de um celular, o comerciante resolveu focar dentro do poço da residência, que fica no quintal, e viu a vítima boiando na água, com uma corda amarrada à cintura e um balde preso ao pescoço.

A PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Após a retirada do corpo, os peritos analisaram a vítima, mas não encontraram nenhuma lesão aparente.

De acordo com o laudo, a causa provável da morte seria afogamento premeditado, tendo em vista que o corpo da vítima foi amarrado às cordas, inclusive com um balde para que não boiasse. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios.

G1 > Editado por Divulga RO